Sol, rio, gastronomia,
noite, luxo, moda e arte

Na continuação da Rua de São Paulo, e do seu típico Elevador da Bica, o Boavista 62 está a dois passos do Miradouro de Santa Catarina, ponto de partida à descoberta do Chiado e Bairro Alto, e ainda mais próximo de Santos e do Cais do Sodré, onde pontuam as galerias de arte e os restaurantes mais trendy, dezenas de bares e clubes que animam a noite e acolhedoras esplanadas que convidam a aproveitar o rio e os cerca de 220 dias de sol que iluminam Lisboa todos os anos.

Há séculos atrás, era aqui, na Boavista, que a cidade encontrava o rio. Hoje, as esplanadas e a praia urbana da Ribeira das Naus, entre o Cais do Sodré e a principal praça da cidade, a Praça do Comércio, convidam a aproveitar o sol e o rio.

A Rua Cor-de-Rosa é um dos locais obrigatórios na noite da capital, com dezenas de bares, clubes e uma animação que se prolonga madrugada dentro.

Ao seu lado fica a Praça da Ribeira, em tempos o principal mercado da cidade, que se renovou para acolher num mesmo espaço a melhor oferta de frutas, legumes e peixe fresco, a oferta gourmet de reconhecidos chefs e restaurantes da cidade, galerias de arte bem como o movimento tecnológico e de start-ups da cidade.

É esta cidade que fervilha que agora avança para a Rua da Boavista, com a emergência recente de inúmeros restaurantes, bares, lojas de vanguarda e galerias de arte, estabelecendo uma nova referência numa Lisboa boémia e sofisticada.

É também aqui que Lisboa nos convida a subir a pitoresca colina, através do Elevador da Bica ou das típicas escadinhas à porta do Boavista 62, a descobrir Santa Catarina e o Chiado, onde a moda, as artes e o luxo se encontram, com dezenas de lojas e marcas de referência, galerias, teatros e ópera.